sábado, 9 de julho de 2016

Deep Peace, Bill Douglas

Paz profunda
Do caminho das ondas para você
Paz profunda
Do harmonioso ar para você
Paz profunda
Da calma terra para você
Paz profunda
Das brilhantes estrelas para você
Paz profunda
Da noite gentil para você
Lua e estrelas
Despejem sua luz de cura sobre você
Paz profunda para você

 

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Ame o seu corpo. Ele é seu, é uma dádiva de Deus



Comentaram com Osho: “Não gosto de mim mesmo, especialmente do meu corpo”
Se você tem uma idéia fixa acerca de como o corpo deveria ser, viverá infeliz. Esse é o corpo que você tem, é o corpo que Deus lhe deu. Use-o e aproveite-o! Se você decidir amar seu corpo, vai descobrir que ele começará a mudar, porque, se a pessoa ama o corpo, passa a cuidar dele, e o cuidado é tudo.
Se você cuidasse dele, não o empanturraria de comida sem necessidade. Também não o deixaria passar fome. Quando você se preocupa com seu corpo, entra em sintonia com ele e, automaticamente, ele fica bem.
Se não gosta dele, isso causará um problema, porque, pouco a pouco, você vai ficando indiferente, negligenciando-o – afinal, quem se importa com um inimigo? Você não o olhará, o evitará. Deixará de ouvir suas mensagens e o odiará ainda mais.
Assim, estará criando um problema. O corpo nunca cria problemas; é a mente que os cria. Nenhum animal sofre por causa de qualquer ideia sobre o corpo, nem mesmo o hipopótamo! Eles são absolutamente felizes porque não existe uma mente cultivando uma ideia fixa. Do contrário, o hipopótamo pensaria: “Por que sou assim?”

Deixe de lado seu ideal e ame o seu corpo. Ele é seu, é uma dádiva de Deus.
Você deve desfrutá-lo e cuidar dele. Ao cuidar dele, você se exercita, come e dorme. Ao se preocupar, você toma muito cuidado com ele, porque é o seu instrumento, assim como o seu carro, que você manda lavar, que observa à procura de ruídos estranhos, tentando perceber se algo está errado. Você toma cuidado até para que seu corpo não sofra um arranhão.
Apenas cuide do seu corpo e ele ficará belo! Trata-se de um mecanismo tão bonito, tão complexo e que trabalha com tamanha eficiência que permanece ativo durante muitas décadas, continuamente. Esteja dormindo ou acordado, consciente ou não, mesmo sem receber seus cuidados, seu corpo funciona em total silêncio. Seja grato.
Mude sua atitude e verá que, em seis meses, seu corpo mudará de forma. É mais ou menos como acontece quando alguém se apaixona por uma mulher: ela imediatamente se torna mais bonita. Ela fica diante do espelho por horas porque alguém a ama!
O mesmo acontece quando você ama seu corpo: ele começa a mudar. Ele é amado, tem alguém que cuida dele, é necessário. O corpo é um mecanismo muito delicado – as pessoas o usam de uma forma muito cruel, violenta.
Mude sua atitude e veja o que acontece!
Osho